• topo branco marmore

 

Cinquenta anos de actividades ininterruptas em benefício do pensamento filosófico, da cultura, do entendimento entre os povos, da tolerância e da protecção do meio ambiente.

A Assembleia Geral da OINA, na sua reunião anual de 2007 em Bruxelas (Bélgica) deseja ressaltar que neste ano de 2007 completa cinquenta anos de actividades ininterruptas em benefício do pensamento filosófico, da cultura, do entendimento entre os povos, da tolerância e da protecção do meio ambiente.

E resolve:

a) Que deseja destacar que como Organização Internacional realizou importantes actividades em mais de cinquenta países, distribuídos nas Américas do Norte, do Centro e do Sul, bem como na Ásia, Europa e África.·

b) Assinalar que durante estes cinquenta anos manteve uma estreita colaboração com organizações internacionais e com organizações nacionais ou não-governamentais, como se observa no crescente trabalho realizado durante estes anos e que se reflecte de modo evidente no Anuário de Actividades, publicado pela OINA. 

c) Continuar a apoiar, dentro das possibilidades de cada uma das secções nacionais participantes da OINA, que se tenha entre suas acções os oito Objectivos do Milénio, aprovados pela Organização das Nações Unidas, pois “constituem um plano acordado por todas as nações do mundo e todas as instituições de desenvolvimento a nível mundial”. 

d) Resolve, também, dada a presença de delegações nacionais da OINA nos países ibero-americanos e a estreita vinculação de alguns deles com a Organização dos Estados Americanos (OEA), continuar a apoiar que, no contexto da sociedade civil, o importante trabalho da OEA em benefício dos países desta região, e em particular na difusão da educação e na luta em prol do desenvolvimento sustentável. 

e) Que no que diz respeito aos países participantes da OINA dentro do âmbito da União Europeia, esta Assembleia Geral decide apoiar a proposta do Parlamento Europeu e do Conselho da União Europeia de estabelecer 2007 como o Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades para todos, que têm por principal objectivo lançar um amplo debate sobre os benefícios da diversidade para as sociedades europeias, e conseguir que os cidadãos europeus sejam mais conscientes de seus direitos e desfrutem da igualdade de tratamento, e de uma vida livre de discriminação. Meta tida como um dos princípios básicos nos quais se apoia a Carta Fundacional de “reunir homens e mulheres de todas as crenças, culturas e condições sociais em torno de um ideal de fraternidade universal”. 

f) Que no âmbito do desenvolvimento cultural, a OINA, como movimento filosófico de carácter humanístico, realizou um considerável trabalho no “desenvolvimento das capacidades do indivíduo com a finalidade de integrar-se na Natureza e ampliar as características de sua própria personalidade”, como está indicado na sua Carta Fundacional, pelo que se propõe às delegações participantes nos diferentes centros de actividade, que somam vários milhares em todo o planeta, que durante o próximo ano intensifiquem as acções, que fomentem os valores de convivência entre os seres humanos, e que colaborem com a difusão e a defesa dos direitos fundamentais, dos quais todos os seres humanos devem poder desfrutar sem excepções. 

g) Que o trabalho ecológico de defesa do meio ambiente que a OINA tem realizado durante estes cinquenta anos em todo o mundo tem tido um importante impacto na protecção de nosso ambiente, não só em acções de prevenção, mas também em arriscadas actividades de resgate nos casos de desastres naturais, nos quais o ramo de Nova Acrópole GEA (Grupo de Ecologia Activa) desempenhou um papel importante, como se reflecte nos agradecimentos dos governos, organizações humanitárias e outros, registrados em nossos anuários. 

h) Que particularmente nos âmbitos juvenis, a OINA tem promovido com grande eficácia grupos de voluntariado que actuam na sociedade, conciliando a vida individual e colectiva e desenvolvendo o espírito de solidariedade com os menos favorecidos. 

i) Que no mundo globalizado no qual nos encontramos, a OINA se converteu no melhor instrumento de difusão do pensamento filosófico, já que nas suas sedes participantes espalhadas por todo o planeta, de acordo com o que consta na sua Carta Fundacional, se propõe a “despertar uma visão global mediante o estudo comparado das filosofias, ciências, religiões e artes”, pelo que realizou durante todos os anos passados e segue realizando um trabalho de qualidade na difusão da cultura e da liberdade de pensamento. 

j) Durante estes cinquenta anos, seguindo os ensinamentos de seu fundador, o filósofo Jorge Ángel Livraga Rizzi, a OINA desenvolveu através de  diferentes actividades em todas as suas sedes no mundo, uma cultura forjada na “educação dos valores” que, tal como posteriormente destacou a UNESCO, são um factor de busca dos “elementos comuns da espiritualidade que encontramos em todas as tradições sagradas”, os mesmos que, de maneira reiterada, foram promovidos pela OINA na formação destes valores permanentes. 

k) Que o filósofo Jorge Ángel Livraga Rizzi, fundador da OINA, já assinalou em numerosas publicações e palestras que a deterioração da camada de ozono provocaria um aquecimento do planeta que daria lugar ao degelo das massas polares, com a consequente elevação do nível dos mares e um avanço das águas frias, o que ocasionaria uma reacção contrária ao aquecimento: uma micro-glaciação. Com estes estudos se antecipou o que em nossos dias foi assinalado pelas mais importantes associações científicas. Seguindo esta linha, a Assembleia-geral deseja ressaltar, também, que o filósofo Livraga Rizzi destacou que este processo de micro-glaciação física teria importantes consequências psicológicas, gerando fenómenos de isolamento e uma neo-medievalização da sociedade.·

l) Que diante destes fenómenos de deterioração das relações humanas, a OINA pode estimular e contrabalançar, através de seu trabalho integrador de povos, o já mencionado processo de neo-medievalização. 

 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

Leia também: 

 

N.A. Escola de Filosofia

Onde Estamos

Perguntas frequentes

Anuário Nacional 2017

Confira as atividades da Nova Acrópole no Brasil!

Anuario-BRASIL-2017-mini

Anuário Internacional 2016

As atividades de Nova Acrópole no mundo, confira!

Anuario-OINA-2016-mini

Livraria Virtual

     

      Livraria Virtual Giordano Bruno

 Livros, revistas, ... confira nossas promoções!